domingo, 12 de agosto de 2012

Mensagem para os Sintrenses (Projecto Cívico Sintra em Ruínas)


Amigos Sintrenses,


Dói imenso quando o nosso corpo está aberto em feridas e de dentro de nós jorra sangue vivo, dói demasiado, daquela dor que ultrapassa o inexprimivelmente humano, quando a habitação do nosso ser está minada com um mal encoberto que vai arruinando lentamente a vida. Assim acontece com a nossa querida Vila de Sintra e em geral com o concelho, totalmente corroída por edifícios e casas sozinhas, perdidas, abandonadas, mal tratadas, em ruínas. Por aqui e por ali estão e vão apodrecendo e levando ao mais triste e sorumbático cenário, ora esquecidas por proprietários em fim de vida ou sem vontade nem dinheiro para as recuperar, ora ignoradas pelos cidadãos que diariamente passam e pouco vão almejando mudar na sua ordinária paisagem, ora alheias ao poder local que na inércia dos seus esquemas de interlúdio e burocracias profissionais impossibilitam iniciativas importantes para o embelezamento do edificado sintrense.


Neste projecto cívico Sintra em Ruínas procurámos retratar um pouco da realidade diversa do problema da reabilitação do edificado urbano, histórico e rural evitando como muitos fazem falar ou escrever sem conhecer o terreno e a verdadeira realidade. Durante 7 meses, entre Janeiro e Julho de 2012, percorremos, fotografámos e publicámos as mais variadas casas e edifícios na Vila de Sintra e arredores. Acreditamos que o trabalho realizado é o suficiente para reflectirmos sobre o tema partindo do conhecimento da realidade e podendo de forma mais lúcida propor à sociedade soluções para corrigir o problema, seja ao cidadão, ao proprietário ou ao poder local.


Sejamos melhores cidadãos, lutemos por aquilo que vale a pena, a Vila e o Concelho de Sintra merecem.


Filipe de Fiúza


12-08-2012

6 comentários:

imoesfERA disse... at 11 de janeiro de 2013 às 14:02

Exmo. Sr. Fiz referência ao seu blog num post. Se pretender que retire essa referência, indique-me apenas. Obrigado.

Filipe de Fiuza disse... at 12 de janeiro de 2013 às 12:51

Caros Senhores, agradecemos a referência. Não admitimos que o nosso projecto seja utilizado para fins comerciais, é só essa a nossa condição de partilha de informações. Esperamos que a vossa entidade e outras similares respeitem o nosso desejo. Estaremos sempre abertos a parcerias no combate à degradação e abandono do património edificado em Sintra.

Rogério Maciel disse... at 29 de janeiro de 2013 às 11:02

Bem Haja , Caro Filipe .
Por Sintra e Portugal !

Filipe de Fiuza disse... at 30 de janeiro de 2013 às 14:28

Caro Sr. Rogério Maciel,
É preciso participar e construir uma sociedade melhor. A degradação dos edifícios espelha a decadência do ambiente social. Obrigado pela sua mensagem de apoio.

karthik disse... at 21 de agosto de 2013 às 03:01

this is such a nice and useful information for us...i appreciate urs word Free Blogger premium Themes

Vítor Cóias disse... at 28 de fevereiro de 2017 às 10:14

Caro Filipe Fiuza,
Não vejo comentários recentes... mas, se possível, continue este trabalho! Destaque as construções que têm mais valor enquanto património cultural e reporte-as ao departamento cultural da C. M. Sintra ou registea-as no SIPA.

Enviar um comentário

 

Mapa de Ruínas


Ver Sintra em Ruinas num mapa maior

Sobre

O projecto Sintra em Ruínas é uma iniciativa cívica de Filipe de Fiúza, poeta e engenheiro civil natural de Sintra. O objectivo principal do projecto é dar relevo social através da Internet a todo o património sintrense em mau estado de conservação procurando ao mesmo tempo registar, organizar, mapear e propor informalmente algumas medidas de recuperação desse património.


Sintra não é apenas o centro histórico e a serra com seus resplandecentes monumentos, por isso dá-se importância a todo o património de Sintra, seja urbano, rural, histórico, público, privado, enorme ou minúsculo, seja material, imaterial, poético ou banal.


Todos os direitos são respeitados, porém se alguém ou alguma entidade se vir atentado nos seus direitos e do seu património, agradece-se que reclame para o endereço electrónico do projecto.


Este projecto espera contar com o contributo de todos os interessados em construir um lugar onde as ruínas tenham a visibilidade merecida pelo que aceitam-se contributos diversos como novos registos fotográficos, sugestões de locais com ruínas, indicações e histórias sobre as ruínas de Sintra ou outras informações.


Endereço electrónico: sintraemruinas@gmail.com

Todos os direitos reservados. Com tecnologia do Blogger.

Pesquisar

Amigos

Equipa Sintra em Ruínas

Etiquetas

Algueirão Antiga Fábrica Antiga Sede PSD Antigo Bordel Arte Associativo Av. do Movimento das Forças Armadas Av. Dr. Desiderio Cambournac Av. Dr. Miguel Bombarda Av. General José Morais Sarmento Av. Heliodoro Salgado Av. Nunes de Carvalho Avenida de Agra Maior Beco do Forno Cabriz Capela Quinta de Santa Maria Casa Centenária Casa da Gandarinha Casa dos Avelares Casa Saloia Casa Típica Casa Vermelha Casal Amélia Casal Caminho do Rio Casal de São Domingos Casal do Rio do Porto Casal Mem Martins Casal Ventoso Casalinho da Ribeira Centro Histórico Challet Torreão Cidadania Cinema Colares Comercial Comércio Coração de Jesus Desconhecido Entre Culturas Escadinhas da Vigia Escadinhas do Hospital Escola Estação de Sintra Estefânea Estrada de Mem Martins Estrada Principal Externato Académico de Sintra Fábrica Climax Filipe de Fiúza Freguesia de Algueirão-Mem Martins Freguesia de Colares Freguesia de São Martinho Freguesia de São Pedro de Penaferrim Freguesia Santa Maria e São Miguel Futuras Instalações Junta de Freguesia Histórico Hotel Neto Inactivo Indústria Júlio Grego Junto ao Caminho de Ferro Junto ao Sintra Cinema Laboratório Normal Largo 25 de Abril Leitaria de Lourel Loja Antiga Lourel Mem Martins Mensagem Morelinho Negócio Tradicional Origens Saloias Palacete Palacete Quinta de Santo António Portela de Sintra Pousada Prof. Mário Azevedo Gomes Praia das Maçãs Prédio Prédio Inválidos do Comércio Privado Progresso Clube Público Quinta Quinta de Santa Luzia Quinta de Santa Teresa Quinta do Castanheiro Quinta Dom Diniz Quinta Marechal Saldanha Quiosque Ranholas Reflexão Restaurante Flor da Praia Retrete Pública Ribeira de Sintra Rua António Cunha Rua António Feijó Rua Bernardim Ribeiro Rua Câmara Pestana Rua Consiglieri Pedroso Rua da Eirinha Rua da Quinta do Recanto Rua das Mercês Rua de Entre Quintas Rua de Santa Catarina Rua de Santo Estévão Rua de São José Rua do Alecrim Rua do Alto da Bonita Rua do Casal Amélia Rua do Fetal Rua do Mercado Rua do Moinho Rua do Paço Rua do Sotto Mayor Rua Dom João de Castro Rua dos Arcos Rua Dr. Leão de Oliveira Rua Dr. Luciano Henrique Barata Rua Eduardo Frutuoso Gaio Rua Elias Garcia Rua Gonçalves Zarco Rua João de Deus Rua Manuel Adriano Mourato Vermelho Rua Marechal Saldanha Rua Nova da Rainha Rua Padre Amaro Teixeira de Azevedo Rua Primeiro de Dezembro Rua Prof. Dr. Alfredo Costa Rua Ulysses Alves São Pedro de Penaferrim Serra de Sintra Sintra Sintra Cinema Sintra em Ruínas Sociedade Sociedade União 1º Dezembro Solar Azul Solar Gonçalves Tinturaria Cambournac Travessa da Ervedosa Travessa da Pedra Travessa da Portela Travessa de Fanares Travessa do Arneiro Várzea Vila Vila Alda Vila Emilia-Fernanda Vila Fonseca Vila Granja Vila Primavera Vila Velha Vivenda «O Meu Cantinho» Vivenda Amendoeiras Vivenda Anna Vivenda Antunes Borge Vivenda Carmen Vivenda Clarinha Vivenda Conde Vivenda Constança Vivenda Dalaiama Vivenda Esqueleto Vivenda Julieta Vivenda Luiz Pedrozo Vivenda Maria de Lurdes Vivenda Maria Helena Vivenda Marisé Vivenda Ninho Vivenda Rosália Vivenda Santa Rita Vivenda Secilia Vivenda Vasconcelos Volta do Duche Zona do Mercado Zona do Museu de Arte Moderna