Pages

domingo, 12 de agosto de 2012

Mensagem para os Sintrenses (Projecto Cívico Sintra em Ruínas)

Amigos Sintrenses,


Dói imenso quando o nosso corpo está aberto em feridas e de dentro de nós jorra sangue vivo, dói demasiado, daquela dor que ultrapassa o inexprimivelmente humano, quando a habitação do nosso ser está minada com um mal encoberto que vai arruinando lentamente a vida. Assim acontece com a nossa querida Vila de Sintra e em geral com o concelho, totalmente corroída por edifícios e casas sozinhas, perdidas, abandonadas, mal tratadas, em ruínas. Por aqui e por ali estão e vão apodrecendo e levando ao mais triste e sorumbático cenário, ora esquecidas por proprietários em fim de vida ou sem vontade nem dinheiro para as recuperar, ora ignoradas pelos cidadãos que diariamente passam e pouco vão almejando mudar na sua ordinária paisagem, ora alheias ao poder local que na inércia dos seus esquemas de interlúdio e burocracias profissionais impossibilitam iniciativas importantes para o embelezamento do edificado sintrense.


Neste projecto cívico Sintra em Ruínas procurámos retratar um pouco da realidade diversa do problema da reabilitação do edificado urbano, histórico e rural evitando como muitos fazem falar ou escrever sem conhecer o terreno e a verdadeira realidade. Durante 7 meses, entre Janeiro e Julho de 2012, percorremos, fotografámos e publicámos as mais variadas casas e edifícios na Vila de Sintra e arredores. Acreditamos que o trabalho realizado é o suficiente para reflectirmos sobre o tema partindo do conhecimento da realidade e podendo de forma mais lúcida propor à sociedade soluções para corrigir o problema, seja ao cidadão, ao proprietário ou ao poder local.


Sejamos melhores cidadãos, lutemos por aquilo que vale a pena, a Vila e o Concelho de Sintra merecem.


Filipe de Fiúza


12-08-2012

8 comentários:

  1. Exmo. Sr. Fiz referência ao seu blog num post. Se pretender que retire essa referência, indique-me apenas. Obrigado.

    ResponderEliminar
  2. Caros Senhores, agradecemos a referência. Não admitimos que o nosso projecto seja utilizado para fins comerciais, é só essa a nossa condição de partilha de informações. Esperamos que a vossa entidade e outras similares respeitem o nosso desejo. Estaremos sempre abertos a parcerias no combate à degradação e abandono do património edificado em Sintra.

    ResponderEliminar
  3. Bem Haja , Caro Filipe .
    Por Sintra e Portugal !

    ResponderEliminar
  4. Caro Sr. Rogério Maciel,
    É preciso participar e construir uma sociedade melhor. A degradação dos edifícios espelha a decadência do ambiente social. Obrigado pela sua mensagem de apoio.

    ResponderEliminar
  5. this is such a nice and useful information for us...i appreciate urs word Free Blogger premium Themes

    ResponderEliminar
  6. Caro Filipe Fiuza,
    Não vejo comentários recentes... mas, se possível, continue este trabalho! Destaque as construções que têm mais valor enquanto património cultural e reporte-as ao departamento cultural da C. M. Sintra ou registea-as no SIPA.

    ResponderEliminar
  7. Caro Filipe de Fiúza, foi um prazer encontrar o seu "cantinho", espero que consiga com ele, o que eu pretendo com o meu https://apostura.blogspot.com/
    Curiosamente, fui durante muitos anos colega da Vanda Fiúza, uma excelente pessoa e colega!
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  8. Caro Filipe de Fiúza é com prazer que o informo a si e aos seus leitores que o seu blog faz parta da lista dos meus Blogues preferidos em: https://apostura.blogspot.com/
    Com os meus melhores cumprimentos

    ResponderEliminar